A hora e a vez dos homens nas compras coletivas

Não é surpresa pra ninguém que os sites de compras coletivas são ainda a sensação do momento, e que mais da metade dos internautas brasileiros têm conta nestes sites. Agora o que surpreende é que em uma virada de jogo, os homens visitam mais os sites que as mulheres. São quase 55% de homens contra 45,2% de mulheres, segundo dados do TG.net, do Ibope Media. Uma surpresa, pois quando as compras coletivas chegaram ao Brasil, as mulheres eram as mais assíduas com 58% de acessos, já que a maioria oferecia ofertas de clínicas de belezas, estética e cabeleireiros. Hoje os sites já trazem grande variedade de produtos e serviços oferecidos, que atendem também o público masculino.

De acordo com a pesquisa, os produtos mais vendidos são os livros, depois os cupons mais adquiridos são os de restaurantes e bares e posteriormente passagens de avião. De acordo com o estudo, 62% dos usuários que compram nos sites declaram que têm confiança no uso de cartões de crédito em compras online. O valor gasto em média é de R$ 110,00 mensais nestes sites.

A pesquisa foi feita pelo TG.net com 2.900 internautas entre maio e junho de 2011, nos mercados de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Distrito Federal , além de Goiânia, Nordeste, São Paulo interior e interior do Sul e Sudeste. A idade dos entrevistados é entre 15 e 75 anos.

Publicado no http://www.diarioparaibano.com.br/portal/?cat=69

Anúncios