Anderson Viegas fala sobre o funcionamento de um portal de notícias, para os acadêmicos da Estácio

Anderson Viegas - Foto: Val Reis

Anderson Viegas, repórter do portal TVMorena.com foi o convidado para um bate-papo com a turma de Jornalismo da Estácio de Sá, dia 31 de Julho de 2010. O assunto discutido foi o funcionamento de um portal de notícias.

Além de atuar no portal da TV Morena, Anderson é responsável pelo jornal Conexão Sebrae, um impresso bimestral, com tiragem de 5.000 exemplares, que oferece conteúdo editorial para empresários, produtores rurais, profissionais e população em geral. É também é responsável pelo Canal da Cana, um portal segmentado no setor sucroalcooleiro e foi premiado recentemente no “Concurso Florestal de Jornalismo”, que visa estimular as produções sobre a silvicultura com ênfase aos aspectos econômicos, sociais e ambientais da atividade.

Segundo Anderson, as redações dos jornais online, principalmente em Campo Grande, são bem “enxutos”. O profissional precisa ir atrás da notícia, editar e colocar o texto no site, tirar a foto e ainda colocá-la na matéria. Ele terá que ser um profissional multi-tarefas e precisa conhecer um programa de edição de fotos.

A apuração das notícias, segundo ele, no portal onde trabalha é toda feita via telefone. A pauta é discutida com o editor-chefe e a partir daí começa o trabalho do repórter, quase totalmente por telefone. Ao ser questionado sobre as fotos, Anderson explicou que como o Portal é uma extensão da TV Morena, apesar de funcionar totalmente independente, muitas vezes a foto é conseguida pela própria TV, ou através de contatos via telefone com alguém que tenha ido ao local.

O profissional de jornalismo online geralmente está conectado o dia todo, é o chamado 24×7 (vinte quatro horas, sete dias por semana), tendo em vista que é preciso ficar alerta a tudo que acontece, mas Anderson frisa que não é somente na internet que se encontra notícias, é preciso ir para a rua, pois é lá que as coisas acontecem. “Ao chegar, logo cedo, a gente faz uma ronda nos principais sites de notícias, tanto os nacionais quanto os locais para ver o que está acontecendo e se tem alguma coisa que dá pauta”, afirma Anderson. “E durante o dia é normal você ficar com o site dos concorrentes abertos, para ver o que eles estão dando, não para copiar notícias, mas para não perder nenhuma”.

Outra forma de se conseguir pautas, é a assessoria de imprensa que envia sugestões. Mas nem sempre são interessantes, afinal de contas, o que a assessoria quer é vender a empresa, serviço ou produto em que trabalha. É preciso ficar atento, afirma ele.

As redes sociais também são um fator muito importante para o jornalismo online, pois quando postado no twitter, por exemplo, uma notícia, sempre tem algum feedback, que pode ser críticas ou elogios. Além disso, o conteúdo será replicado para mais pessoas, e o acesso ao site aumenta bastante. Mas é preciso tomar cuidado e checar as informações, nunca esquecendo as regras do bom jornalismo que é fazer apuração, ouvir os dois lados, utilizar o português correto, entre outras coisas.

Por: Val Reis

Anúncios

Professores veem o Madrugadão Criativo como algo positivo

Crédito: Ulisflavio Evangelista

O Madrugadão Criativo da Estácio de Campo Grande  está sendo visto com bastante animação por parte dos professores . Segundo Osvaldo Junior, o que é interessante neste trabalho é o fator tempo. “Produzir sob pressão, em um ambiente com barulho e bastante dinâmico, lembra muito a redação de um jornal. É algo muito válido para os acadêmicos terem uma visão do que é o mercado de trabalho”.

Já para o professor de radiojornalismo Ulisflavio Evangelista, “o evento está sendo um sucesso.  A equipe está organizada, os alunos empolgados e o tema proposto é algo muito interessante, pois  fala do meio ambiente, de uma ONG (Organização não Governamental) uma discussão atual”.

“O evento está excelente, os alunos focados, todos eles levando muito a sério o trabalho, tanto os acadêmicos de jornalismo quanto os de publicidade”, afirma Juliana Feliz, coordenadora do curso de jornalismo.

Grupo Arara Azul enfrenta dificuldades, mas não desanima

Grupo Arara Azul

Lauren Feder, uma das integrantes do Grupo Arara Azul, participante do Madrugadão Criativo da Estácio de Campo Grande afirma que o grupo enfrentou algumas dificuldades iniciais por falta de dois membros da equipe. “De qualquer forma já definimos a ideia central da campanha, e agora estamos trabalhando no desenvolvimento das peças”.

O grupo dividiu as pessoas de acordo com as habilidades de cada uma e, segundo Lauren, o trabalho está fluindo e as chances de ganhar são muito grandes. “Estamos confiantes que mesmo sem os dois integrantes que faltaram, a gente está indo muito bem”, afirma.

Por: Val Reis

Apelo emocional é a estratégia do Grupo Rio Formoso para produto

Grupo Rio Formoso

O Grupo Rio Formoso se mostra muito confiante na vitória. Segundo Leandro Caminha, eles demoraram um pouco para entender completamente o briefing, e estão agora na fase de desenvolvimento da ideia. “Vamos trabalhar a comunicação para o apelo emocional.  Nosso enfoque será o de mostrar que todos têm uma dívida com a natureza, e é preciso saldá-la”.

Leandro vê o evento como algo muito positivo pelo entrosamento entre os alunos e professores. “Estou conhecendo algumas pessoas agora, e estou adorando este trabalho em equipe”, afirma.

Estácio de Sá Campo Grande promove o primeiro Madrugadão Criativo

Nesta sexta (10/09), da meia noite às 7hs da manhã de sábado, acontecerá o primeiro “Madrugadão Criativo” promovido pelo Curso de Comunicação (Publicidade e Propaganda e Jornalismo) da Estácio de Sá de Campo Grande. Os alunos inscritos serão dividos em grupos e criarão uma campanha de publicidade para um cliente real, e a campanha aprovada será veiculada. Os alunos de jornalismo farão toda a cobertura do evento.

Segundo Juliana Feliz, coordenadora do Curso de Jornalismo, “para manter o clima do Madrugadão, o job só será revelado na hora. Os grupos também serão montados na hora. Vai rolar muita adrenalina. O juri será composto por agências de publicidade do MS. Os ganhadores, terão sua campanha veiculada e ganharão um final de semana em Bonito”.

“O objetivo do Madrugadão Criativo é buscar confraternização entre alunos e professores. Todos juntos em busca de uma criação real, uma aula diferente, algo mais próximo da realidade lá fora”, afirma a coordenadora.